Para além do charme, a cafeteira Chemex resulta em uma bebida mais límpida, suave e com aroma mais acentuado.

A charmosa cafeteira Chemex é uma “jarra” em forma de ampulheta, feita de vidro resistente ao calor, com um colar de madeira polida, que funciona como uma gravata de couro para isolar a quentura.

Esta técnica foi criada pelo americano Peter J. Schlumbolm, que une um frasco chamado Erlenmeyer e um funil – o processo é o mesmo do café filtrado, mas o afunilamento no meio da peça colabora para a conservação da temperatura da bebida, deixando o café quente por um tempo maior.

A cafeteira usa um filtro de papel próprio, de 20 a 30% mais grosso que os filtros de papel comum, que deve ser encaixado na jarra e aberto para receber o pó de café com moagem média – semelhante à usada na cafeteira italiana.

Veja aqui como preparar:

1 – Coloque o filtro Chemex no “coador”, deixando a dobra de uma camada no lado oposto do bico da “jarra”, formando um cone;

2 – Escalde o filtro com água para pré-aquecer a jarra e livrar de qualquer sabor de papel ou impureza;

3 – Adicione 42 g ou cerca de 6 colheres de sopa de café moído Santa Monica, numa moagem média;

4 – Despeje água sobre o café, realizando uma pré-infusão. Lembre-se que, ao depositar essa primeira quantidade de água, você realiza a liberação de oxigênio do café, proveniente da torra;

5 – Adicione mais água vagarosamente, até que todo o pó de café fique úmido;

6 – Despeje o restante da água e aguarde até terminar de coar;

7 – E está pronto! Rende duas canecas de café, aproveite! 😀

VEJA MAIS: DRINQUE DE VERÃO: CAFÉ GELADO COM XAROPE DE AVELÃ

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *